Notícias
Notícias
14 de Setembro de 2021
Tamanho da letra Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
Em assembleia, funcionários da Spread aprovam ACT 2020/21 e 2022
A empresa de TI estava há dois anos sem negociação de reajuste salarial e um ACT.



O Sindpd realizou, na tarde da última segunda-feira (13), uma assembleia de Acordo Coletivo de Trabalho da empresa Spread, referente à 2020 e 2021. A empresa, associada ao sindicato, estava há dois anos sem negociação de reajuste salarial e um ACT.




O reajuste será pago aos funcionários em forma de abono salarial, dentre outros benefícios, como vale alimentação. Na ocasião foi votado ainda, dentro dos mesmos parâmetros de correção, para que fosse referente à 2022. A votação totalizou 138 votos a favor do ACT, 14 votos contra e 14 abstenções.




A assembleia foi conduzida pelo presidente do Sindpd, Antonio Neto, que comentou "embora as empresas, e a Spread é uma delas, aplicou todas as cláusulas da convenção coletiva existentes daquele período, em 2020 o Sindpd começou a negociação. Nesse momento, o patronato vem a mesa e faz uma colocação bastante complexa para o sindicato, dizendo que poderia fazer qualquer acordo conosco, desde que não houvessem cláusulas de sustentação financeira para o sindicato, além de ofertar os índices em patamares que nós não aceitamos".




Foi a partir desse momento, desde o ano passado, que o Sindpd iniciou o processo de celebração de acordos diretamente com as empresas associadas, com exceção de algumas, como a Spread, uma vez que o sindicato ainda não havia conseguido sensibilizá-la ou ter por parte da empresa o aval para que o sindicato pudesse fazer um acordo.




Segundo Neto, a assembleia é fruto de "uma negociação feita com a empresa, onde nós fizemos primeiro para dar segurança jurídica para 2021, resolver a questão de 2020 quanto 2021, mas também já olhando para 2022", destacou.





Compartilhe

LEIA TAMBÉM