Notícias
Notícias
23 de Novembro de 2021
Tamanho da letra Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
Anjos da Cidade lança novo projeto de assistência a população de rua em parceria com o SINDPD
O evento aconteceu na Praça Olavo Bilac, no bairro da Barra Funda em SP, em parceria com o SINDPD que disponibilizou a estrutura de água, esgoto e eletricidade para o funcionamento do projeto.




A associação sem fins lucrativos "Anjos da Cidade" inaugurou no útlimo domingo (21) o "Expresso Anjos da Cidade levando amor" para ofertar reinserção social por meio do banho, barbearia, atendimento psicossocial, encaminhamento para reabilitação química, escuta ativa e alimentação para pessoas em situação de rua em São Paulo. A iniciativa irá operar em São Paulo, as terças-feiras, oferecendo 100 banhos diários, assim como alimentação e aos sábados em Taubaté/SP, no Vale do Paraíba.

O evento aconteceu na Praça Olavo Bilac, no bairro da Barra Funda em SP, em parceria com o SINDPD que disponibilizou a estrutura de água, esgoto e eletricidade para o funcionamento do projeto.

"Essa praça é muito simbólica para o nosso projeto, é aqui que nos encontramos há anos para levar acolhida e amor para essas pessoas em situação de rua. Sem o sindicato e o aval do Neto nós não estaríamos aqui hoje, sou muito grata pela forma como fui prontamente atendida." afirmou a idealizadora do projeto Anjos da Cidade, Andrea Pludwinski.

O "Expresso Anjos da Cidade levando amor" é a concretização do sonho e realização de um propósito de vida da Andrea Pludwinski, idealizado há mais de 30 anos, em oferecer um direito básico de todo ser humano, um cuidado na forma de banho e acolhimento a pessoa em situação de rua. E se tornou possível, graças a sua força social empreendedora e capacidade de reunir voluntários engajados no auxílio ao próximo.

"Em nome do SINDPD, agradeço a todos os voluntários presentes que puderam ajudar nessa importante iniciativa para a região da santa Cecília. Seria impossível para nós negar ajuda para um projeto como esse, em especial no momento delicado que a população de São Paulo vive, com estimativas de mais de 60 mil pessoas vivendo o desamparo das ruas." afirmou o presidente do SINDPD, Antonio Neto.


Como funciona o atendimento no ônibus "Expresso Anjos da Cidade levando amor"

O atendimento se inicia com voluntários do projeto através de uma senha para utilização durante todo o percurso, distribuição de um kit com toalha, itens de higiene e roupas limpas. Depois, o amigo, amiga, amigx será encaminhado para o banho no segundo piso, onde há 4 cabines de sanitários masculinos e femininos equipados com chuveiro.

Após o banho, a pessoa é convidada para a área de salão de cabeleireiro para corte de cabelo e unhas. Na sequência, para uma sala de acolhimento e atendimento psicossocial para uma conversa e auxílio, caso precise, por exemplo, tirar uma documentação, ou encaminhamento para uma clínica de reabilitação etc.

Em seguida, o amigo será levado a um tapete vermelho com um grande espelho antigo para corpo inteiro que realiza um registro fotográfico. A proposta é promover uma experiência em que cada pessoa se reencontre consigo e leve uma foto como presente.







Compartilhe

LEIA TAMBÉM