Notícias
Notícias
WhatsApp
07 de Junho de 2022
Tamanho da letra Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
Brasileiro propõe direitos para trabalhadores de app na ONU
Presidente licenciado do SINDPD propôs direitos para trabalhadores de app na ONU



O Chefe da delegação de trabalhadores brasileiros na Conferência da OIT (Organização Internacional do Trabalho), Antonio Neto, propôs nesta terça-feira (07) uma convenção internacional para os trabalhadores em aplicativos nos moldes da que já existe para os marítimos. Atualmente, o Brasil tem 1,5 milhão de trabalhadores em aplicativos sem direitos como descanso remunerado, proteção previdenciária e garantia de renda, fazendo jornadas de até 18 horas diárias, 7 dias por semana, para receber apenas cerca de 10 centavos de dólar por hora.

"Negligenciar as consequências produzidas por esse retrocesso não é uma opção. Sem regulamentação, estaremos nos calando diante da nova escravidão disfarçada de empreendedorismo. Esta casa, desde 2015, estuda os efeitos do trabalho nestas plataformas. É preciso garantir proteção social e organização sindical para esses trabalhadores."

Além da proposta de convenção internacional, Antonio Neto fez uso de sua fala para denunciar a escalada autoritária de Jair Bolsonaro no Brasil e as políticas neoliberais que produziram um mar de desempregados e desalentados no Brasil.

Ao fim de sua fala Neto lembrou a Encíclica Fratelli Tutti, do Papa Francisco:

"É POSSÍVEL DESEJAR UM PLANETA QUE GARANTA TERRA, TETO E TRABALHO PARA TODOS. ESTE É O VERDADEIRO CAMINHO DA PAZ."

Compartilhe

WhatsApp
LEIA TAMBÉM