Notícias
Campanha Salarial
WhatsApp
01 de Novembro de 2022
Tamanho da letra Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
FEITTINF e Sindpd rejeitam proposta de reajuste salarial da BBTS
A primeira vitória dos trabalhadores durante as negociações foi o aceite da BBTS à intervenção da FEITTINF sobre a definição do INPC como índice de reajuste para o atual e os acordos futuros.



Na última quarta-feira, 26 de outubro, ocorreu a terceira rodada de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho para 2022/2023 entre FEITTINF e BB Tecnologia e Serviços S/A, de acordo com a pauta de reivindicações dos trabalhadores aprovada no final de agosto.

A proposta apresentada pelos trabalhadores é a reposição da inflação pelo INPC mais ganho real em todas as cláusulas econômicas, devolvendo aos trabalhadores as perdas inflacionárias em negociações passadas.

A primeira vitória dos trabalhadores durante as negociações foi o aceite da BBTS à intervenção da FEITTINF sobre a definição do INPC como índice de reajuste para o atual e os acordos futuros. A indefinição do índice de reajuste, que é sempre por imposição da diretoria, gera insatisfação aos trabalhadores. O INPC é usado desde 1979 no reajuste salarial no território brasileiro.

A FEITTINF rejeitou a proposta da BBTS, uma vez que os trabalhadores buscam o reajuste inflacionário e aumento real já que a empresa apresenta um crescimento liquido financeiro extraordinário no período de 2019 a 2022.

A Federação segue aguardando o agendamento da quarta rodada de negociação com a diretoria da BBTS.

Compartilhe

WhatsApp
LEIA TAMBÉM