Notícias
Notícias
14 de Maio de 2020
Tamanho da letra Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
Novos Acordos Coletivos de Trabalho são aprovado pelos profissionais da Release e da Karina
Os acordos visam garantir a manutenção dos empregos e proteger os trabalhadores



Na tarde desta quarta-feira (13), os funcionários de duas empresas, a Release e a Karina, aprovaram Acordos Coletivos de Trabalho (ACT). Em ambos os casos, as negociações visavam garantir a manutenção dos postos de trabalho e a renda dos trabalhadores.

A Medida Provisória 936 permite que as empresas suspendam o contrato de trabalho e façam diminuições de salário e jornada em até 75%. Dentro desse contexto, os acordos firmados pelo Sindpd vem com a intenção regulamentar tal situação, protegendo assim os trabalhadores do desemprego.

Release

Como vem acontecendo desde o início do necessário isolamento social, a assembleia dos trabalhadores da Release foi feita via videoconferência.

O acordo surge dentro da instabilidade gerada pela crise do coronavírus. Dessa forma, ele tem curta duração: de 1º de maio até 29 de julho, ou seja, um pouco menos de 3 meses. A proposta aborda e regulamenta questões como teletrabalho e flexibilização da jornada laboral.

No encontro, o diretor José Roberto de Souza, ressaltou a importância do acordo em garantir estabilidade e segurança jurídica em tempos instabilidade.

"O Acordo Coletivo de Trabalho, que nós estamos fechando com a empresa, é para dar um respaldo tanto para vocês (trabalhadores) quanto pra ela. Além disso, ela poderá fazer a interlocução com o Ministério da Economia, que irá recompensar os profissionais pelas perdas salariais", disse.

Karina

O acordo realizado entre Sindpd e Karina se deu em condições bem semelhantes ao firmado com a Release. Não apenas por ambos terem sido feitos via videoconferência, mas também por surgirem dentro do contexto da MP 936.

Dessa forma, assuntos como flexibilização da jornada de trabalho e reduções salariais também foram pauta da negociação.

A manutenção dos empregos e a estabilidade jurídica também foi abordada nessa reunião, que, assim como na Release, foi conduzida pelo diretor José Roberto. "Houve uma solicitação da empresa para fecharmos um Acordo Coletivo de Salário. Ao invés de firmar acordos individuais, a empresa optou por fechar um coletivo, para valer para todos e protegendo os trabalhadores da negociação direta com a empresa ", afirmou José Roberto.

Compartilhe

LEIA TAMBÉM

Coronavirus
Live
Colônia de Férias
PESQUISAR BENEFÍCIO

Área ou segmento


Tipo

Categoria

Cidade



Buscar
Reservas de colônias


NOTÍCIAS MAIS...

Sindpd com VC: Associe-se ao Sindpd e conheça todos os benefícios

Últimas do Convergência Digital


Últimas do IDG NOW

Conheça o Sindpd Digital
Facebook do Neto

Zap Neto
Zap Neto

CSB Zap
CSB Zap
O Sindpd está no Instagram
Homenagens - mulher
Homenagens - 75

HOMENAGENS
HOMENAGENS

FGTS
FGTS