Notícias
Notícias
27 de Abril de 2021
Tamanho da letra Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
Os 13 empregos de TI mais difíceis de preencher atualmente
Pesquisa '2021 State of the CIO'' revela organizações que lutam para preencher as funções de segurança cibernética, IA e data analytics



A lista das funções de TI mais difíceis para preencher não mudou muito desde o ano passado, mas um novo fator pode aliviar a situação nos próximos meses. Graças ao fenômeno do trabalho em casa, mais pessoas estão agora disponíveis para empregos que antes eram restritos a candidatos de uma área geográfica específica.

"A guerra de talentos mudou drasticamente", diz Alex Kraus, Vice-Presidente da consultoria Metis Strategy. "O pool de talentos é muito maior e, às vezes, global, onde antes era restrito ao local onde fica a sede da empresa".

De acordo com os 812 líderes de TI que responderam à pesquisa "2021 State of the CIO", as funções de TI mais desafiadoras são aquelas que envolvem segurança cibernética (21%), IA/machine learning (20%), ciência de dados/analytics (19%) e DevOps/DevSecOps/agile (12%).

A pandemia teve um impacto significativo na definição dos gastos com TI neste ano. De acordo com a pesquisa State of the CIO, os três principais impulsionadores de negócios para orçamentos de TI neste ano são: transformar os processos de negócios existentes (36%), aumentar as proteções de segurança cibernética (34%) e melhorar a experiência do cliente (33%).

A contratação de segurança é absolutamente um ponto sensível em toda a linha de analistas de alto nível a profissionais de campo, diz Kraus. Um problema é que "muitas vezes não há um ROI positivo sobre os investimentos em segurança" em geral, diz ele, a menos que "você tenha violações de dados proeminentes que abalam conselhos e executivos de nível C" para ajudar a convencê-los de que melhorar a segurança cibernética é essencial.

Outro "grande balde" de empregos disponíveis tem a ver com a experiência dos funcionários, diz Kraus, que está mudando de empregadores com foco em "apenas saúde e bem-estar" para fatores que incluem produtividade, escalabilidade e colaboração virtual.

Além disso, "qualquer coisa" relacionada à data analytics é um assunto quente no momento, acrescenta ele. A principal sugestão de Kraus para lidar com a escassez nessas funções é "priorização rigorosa" - focar nas áreas que são mais importantes para o seu negócio no próximo ano.

13 empregos mais difíceis de preencher
De acordo com a pesquisa 2021 State of the CIO, esses são os cargos com maiores pontos de dor quando se trata de encontrar candidatos qualificados para atender à demanda:

Cibersegurança: 21%
IA / machine learning: 20%
Ciência de dados / data analytics: 19%
DevOps / DevSecOps / agile: 12%
Serviços / integração em nuvem: 11%
Automação de processos robóticos (RPA): 9%
Internet das coisas / edge computing: 8%
Desenvolvimento de apps: 8%
Engenharia de software: 8%
Arquitetura empresarial: 7%
Arquitetura em nuvem: 7%
Software empresarial (ERP, CRM, etc.): 6%
Gerenciamento multicloud: 6%


Encontrando bons candidatos


De modo geral, a rotatividade de TI no ano passado permaneceu bastante baixa. Esse é o caso da Blue Cross Blue Shield da Carolina do Norte, diz o CIO Jo Abernathy. Por outro lado, a rotatividade era "baixa também antes da pandemia", diz ela. Ainda assim, "posições desafiadoras continuam desafiadoras", especialmente nas áreas de IA e analytics, o segundo e terceiro ponto problemático mais comumente identificado para os líderes de TI preencherem hoje.

Para ajudar a localizar bons candidatos, o BCBSNC patrocina dois programas na North Carolina State University, em ciência da computação e engenharia, "onde temos que dar projetos aos alunos e orientá-los", explica Abernathy. "Leva algum tempo, mas tem se mostrado uma forma de prender alguns jovens profissionais neste espaço. Eles interagem com nossa equipe, gostam da cultura, da orientação, do trabalho desafiador e decidem se juntar a nós".

A empresa teve apenas "alguns" desses tipos de contratações, diz ela. "E você não quer que todos os funcionários dessas disciplinas tenham praticamente nenhuma experiência do mundo real, então não é uma bala de prata".

Além disso, a empresa tem sido "muito intencional em construir nossa marca como um empregador de tecnologia atraente", por meio de Meetups, indicações para prêmios, participação em painéis e eventos locais de tecnologia. "Essas coisas definitivamente ajudam em termos de fazer com que os melhores talentos considerem você como um empregador", Abernathy.

Outro fator a favor da empresa é ser uma organização sem fins lucrativos "atendendo a todos os nossos cidadãos no estado e trabalhando arduamente para melhorar o acesso e os resultados da saúde". A geração mais jovem em particular "quer saber que seu trabalho tem maior significado e propósito, de modo que funcionou em nosso benefício. Não existe nenhum ingrediente secreto com certeza, mas nós o abordamos de todos os ângulos que podemos para atrair e manter os melhores talentos", diz ela.

Mais treinamento disponível


Core & Main, uma distribuidora de produtos de água, esgoto, bueiros e proteção contra incêndio com sede em Orlando, "sempre foi uma loja de TI distribuída geograficamente, com membros de equipe em todos os fusos horários", diz Carrie Busbee, que foi recentemente promovida a CIO. "Estou grata por termos conseguido manter a nossa equipa durante a Covid e não termos passado por uma mudança em turnover", ela diz.

Dito isso, dada a nova ênfase da empresa no fornecimento de ferramentas digitais e um crescimento exponencial na demanda do cliente durante 2020, algumas mudanças estão em andamento para Core & Main. "Aumentamos nossas parcerias com fornecedores de TI não apenas para ?aprimorar? estrategicamente as habilidades de nossos associados internos em novas tecnologias, mas também para complementar os talentos centrais para aumentar nossa velocidade nas equipes de desenvolvimento de produtos", explica Busbee.

Outra mudança recente foi a contratação de vários gerentes de programa dedicados a iniciativas que entregam resultados para segmentos de clientes inteiros, não apenas para clientes individuais. "Também mudamos nossas principais métricas de sucesso; então, por exemplo, valorizamos a velocidade de lançamento no mercado de soluções sem toque", afirma Busbee. Isso não apenas manteve as entregas seguras para funcionários e clientes, mas "também vimos um aumento na eficiência".

Daqui para frente, "acho que continuaremos a ver o domínio digital como uma fonte de entrega e velocidade, o que também fornecerá novos conjuntos de dados para uma melhor tomada de decisão", acrescenta Busbee.

Fonte: CIO

Compartilhe

LEIA TAMBÉM

ADESAO
ADESAO 50
Crédito Simulado Paketá
PESQUISAR BENEFÍCIO

Área ou segmento


Tipo

Categoria

Cidade



Buscar


NOTÍCIAS MAIS...

Sindpd com VC: Associe-se ao Sindpd e conheça todos os benefícios

Últimas do Convergência Digital


Últimas do IDG NOW

Conheça o Sindpd Digital
Facebook do Neto

Zap Neto
Zap Neto

CSB Zap
CSB Zap
O Sindpd está no Instagram
Homenagens - mulher
Homenagens - 75

HOMENAGENS
HOMENAGENS

FGTS
FGTS