Notícias
Campanha Salarial
18 de Janeiro de 2021
Tamanho da letra Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
'Querem asfixiar o Sindicato e não oferecem nem a inflação', diz Neto em primeira rodada de negociação da Campanha Salarial
Patronato oferece 4% de reajuste. Sindpd se nega a negociar reajuste abaixo da inflação de 2020



Hoje, segunda-feira (18), Sindpd e Seprosp se reuniram para dar início às tratativas do acordo da Convenção Coletiva de Trabalho deste ano. A reunião ocorreu em modo hibrido.

A pauta apresentada pelo Sindpd inclui reajuste de 6,90%, a ampliação da licença maternidade para 180 dias e do auxílio-refeição para R$ 25. A categoria também continua pleiteando a manutenção de todas as cláusulas e conquistas históricas da categoria.

O Seprosp ofereceu um reajuste de pífios 4%, abaixo do índice inflacionário (INPC - 5,45% em 2020 ), e ficou de estudar a ampliação da licença maternidade para 180 dias. Além disso, o Seprosp se mostrou contrário a cláusula de Adesão, cláusula que acabou com as Cartas de Oposição e que garante a sustentação financeira da entidade, respeitando a autonomia sindical.


"Tentam asfixiar o Sindicato para depois tentar passar um reajuste vergonhoso de 4%. Esse tipo de situação nós não vamos nos dobrar. Não esperem do Sindpd uma postura de rifar os direitos do trabalhador em nome da sustentação financeira das entidades. Eu não entro nesse jogo", explicitou Antonio Neto, presidente do Sindpd.

Durante o encontro, Neto lembrou que as conquistas da categoria como a jornada de 40 horas semanais, auxílio-refeição, auxílio-creche, PLR entre outras são fruto da organização da categoria. "Nós travamos greves históricas para garantir direitos ao longo dos nossos quase 37 anos. Nossa liberdade e autonomia foram conquistadas através da nossa independência financeira. A sustentação financeira do Sindpd nos possibilitou resistir e avançar ao ponto de termos uma das melhores Convenções Coletivas de Trabalho do Brasil. Uma coisa tem que ficar clara para todos, a asfixia da entidade sindical é parte do processo de precarização das relações de trabalho. Não é à toa que travaram nos últimos três anos o Acordo neste ponto. Tentam jogar os trabalhadores contra os sindicatos, pois sabem que com uma entidade enfraquecida fica mais fácil passar a boiada e oferecer reajustes como o que propuseram hoje", enfatizou Neto.

O presidente do Sindicato, Antonio Neto, fez um convite a todas as empresas da categoria. "Estamos à disposição das empresas para fecharmos Acordos Coletivos de Trabalho. Nos mande um Whatsapp ou e-mail que abrimos a negociação. Vamos buscar todas as empresas para fecharmos acordos, já fizemos isso em 2020 e com muito trabalho, realizamos mais de 600 assembleias virtuais", lembrou Neto.





Compartilhe

LEIA TAMBÉM

ADESAO
ADESAO 50
Crédito Simulado Paketá
PESQUISAR BENEFÍCIO

Área ou segmento


Tipo

Categoria

Cidade



Buscar


NOTÍCIAS MAIS...

Sindpd com VC: Associe-se ao Sindpd e conheça todos os benefícios

Últimas do Convergência Digital


Últimas do IDG NOW

Conheça o Sindpd Digital
Facebook do Neto

Zap Neto
Zap Neto

CSB Zap
CSB Zap
O Sindpd está no Instagram
Homenagens - mulher
Homenagens - 75

HOMENAGENS
HOMENAGENS

FGTS
FGTS