Notícias
Notícias
25 de Março de 2020
Tamanho da letra Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
Tecnologia se torna importante ferramenta durante a pandemia do coronavírus
Softwares e aplicativos estão sendo criados ou ressignificados para lidar com a crise causada pela COVID-19



A declaração feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que considerou o novo coronavírus como pandemia, e as consequentes quarentenas viraram a rotina de diversas populações do planeta de cabeça para baixo. Expedientes de trabalho, métodos de estudo e até mesma nossas relações interpessoais tiveram que ser revistas e alteradas.

Porém, ao contrário de outros tempos de crise, hoje em dia temos à nossa disposição um vasto arsenal de ferramentas tecnológicas que nos ajudam a superar, ou pelo menos lidar com a COVID-19.

Talvez os casos mais notáveis sejam os programas desenvolvidos especificamente para auxiliar a população diante da pandemia. Governos de diversos países desenvolveram aplicativos que permitem à população o monitoramento da crise do coronavírus, gerando informações que possibilitam mais segurança na hora de superar a doença e o pânico gerado por ela.

Na cidade nos Estados Unidos, no estado de Seattle, por exemplo, os contaminados poderão fazer o uso de uma plataforma on-line. Nela serão respondidas perguntas referentes aos locais que percorreram e pessoas que tiveram contato. A partir daí, outros possíveis infectados poderão ser rastreados, fazer testes e/ou ficar de quarentena.

Já na China, foi criado um sistema de inteligência artificial cujo algoritmo possibilita diagnosticar a COVID-19 com 96% de assertividade. Tal sistema é fruto de pesquisas realizadas pela Academia Damo, que desenvolveu o projeto a partir do estudo de 5 mil casos confirmados de contaminação pelo vírus.

O Brasil também embarcou na onda com o Coronavirus-SUS, um aplicativo desenvolvido pelo Ministério da Saúde. A partir dele, brasileiros podem sanar diversas duvidas sobre a doença. Além disso, o programa permite o acompanhamento de informações em tempo real e também disponibiliza um formulário que faz análises de risco. Algumas empresas de telecomunicação até chegaram a possibilitar o uso do aplicativo sem a cobrança de dados.

O combate ao coronavírus, por sua vez, não se resume apenas em combater os problemas diretamente relacionados a doença; a desinformação também é problema grave. Por isso, sites de busca, assim como as maiores empresas da internet estão diminuindo o alcance de informações baseadas em fontes não confiáveis sobre o coronavírus.

O ambiente profissional, assim como toda a economia, fui brutalmente impactado. Diante da necessidade de quarentenas e isolamento social - medidas recomendadas por órgãos internacionais para evitar a disseminação da doença - muitos profissionais e empresas optaram pelo home-office. Dessa forma, grandes companhias que oferecem serviços de videoconferência estão facilitando o acesso a esses serviços, oferecendo, gratuitamente, suas versões mais avançadas.

Compartilhe

LEIA TAMBÉM

Sindpd com VC: Associe-se ao Sindpd e conheça todos os benefícios
Dataprev
Conheça o Sindpd Digital
PESQUISAR BENEFÍCIO

Área ou segmento


Tipo

Categoria

Cidade



Buscar
Reservas de colônias


NOTÍCIAS MAIS...

O Sindpd está no Instagram
Colônia de Férias

Últimas do Convergência Digital


Últimas do IDG NOW

Facebook do Neto

Zap Neto
Zap Neto

CSB Zap
CSB Zap
Homenagens - mulher
Homenagens - 75

HOMENAGENS
HOMENAGENS

FGTS
FGTS