Notícias
Notícias
02 de Dezembro de 2020
Tamanho da letra Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
Trabalhadores da BBTS lutam por reajuste salarial justo
O movimento surge diante da contradição entre os lucros exorbitantes da empresa e o reajuste deste ano, abaixo do INPC. A possbilidade de greve não é descartada, possibilidade que será discutida no dia 08 de dezembro



Reivindicando um reajuste salarial justo, os profissionais da Banco do Brasil Tecnologia e Serviços (BBTS) estão se organizando e não descartam a possibilidade de greve, o que será discutido em assembleia no dia 09 de dezembro.

A exigência dos trabalhadores surge a partir da contradição entre o reajuste proposto pela empresa - abaixo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) - e os grandes lucros alcançados por ela. No de 2019, por exemplo, o lucro bruto da BBTS chegou a ultrapassar R$ 1 bilhão.

De acordo com o Organizador no Local de Trabalho (OLT) Enver Pandovezzi, o fato de muitos trabalhadores terem saído em home office apenas aumentou a necessidade de uma melhor remuneração. "Houve toda uma campanha para que os trabalhadores se esforçassem para garantir o funcionamento das agências. Muitos profissionais foram para o home office e os técnicos estão nas ruas. Porém não houve nenhum reembolso para que os trabalhadores gerissem os custos gerados pelo trabalho doméstico. Pelo contrário, a BBTS quer o corte de benefícios, como o vale cultura e o plano de saúde".

A intransigência por parte da empresa durante as negociações também foi um fator motivador para a organização de um movimento grevista. A intolerância ao diálogo se deu ao longo das reuniões, quando empresa estipulou o reajuste com a alíquota baseada em 50% do INPC e não deu alternativa para melhores condições salariais.

Dessa forma, a organização do movimento vem se dando de maneira ampla e transparente. "As estratégias traçadas são fruto de um projeto que propus desde que assumi OLT: trazer mais transparência e proximidade entre trabalhadores, sindicato e empresa. Além disso, é preciso trazer um olha mais digital, trazer o século XXI para a negociação trabalhista. Eu criei página no Facebook, página no Instagram, grupo no WhatsApp e listas de transmissão. Também criei um canal com os outros OLTs a nível nacional", finalizou, Enver.

Compartilhe

LEIA TAMBÉM

ADESAO
ADESAO 50
Pasi
PESQUISAR BENEFÍCIO

Área ou segmento


Tipo

Categoria

Cidade



Buscar


NOTÍCIAS MAIS...

Sindpd com VC: Associe-se ao Sindpd e conheça todos os benefícios

Últimas do Convergência Digital


Últimas do IDG NOW

Conheça o Sindpd Digital
Facebook do Neto

Zap Neto
Zap Neto

CSB Zap
CSB Zap
O Sindpd está no Instagram
Homenagens - mulher
Homenagens - 75

HOMENAGENS
HOMENAGENS

FGTS
FGTS