Notícias
Notícias
WhatsApp
11 de Julho de 2022
Tamanho da letra Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
Pré-candidato ao governo, Elvis Cezar quer promover revolução de TI em SP
Projeto do político para o setor envolve investimento desde a educação infantil até suprir demandas urgentes do setor como a falta de mão de obra e a criação de polos de inovação por todo o interior



Pré-candidato do PDT ao governo de São Paulo, Elvis Cezar, trabalha para inserir o estado no mapa do que há de mais moderno em inovação tecnológica, ainda durante seus dois mandatos como prefeito do município de Santana de Parnaíba, investiu forte no setor fazendo com que o município fosse considerado o número 1 do Brasil em Inovação e Dinamismo Econômico, de acordo com pesquisa realizada pelo CLP (Centro de Liderança Pública) e publicada através do Ranking de Competitividade dos Municípios dentre as cidades com população entre 100 mil e 149.999 habitantes. O Inova Parnaíba, projeto de fomento ao empreendedorismo, capacitação do capital humano para a tecnologia e acelerador de novas empresas, já inaugurou o Centro de Startups no Parque Santana, que visa ser um celeiro de projetos nas áreas de ciência, inovação e tecnologia.

Em entrevista concedida ao SINDPD Elvis falou mais sobre seu projeto e destacou que conta com o apoio do analista de sistemas e defensor do setor de TI, Antonio Neto, para compreender as demandas mais urgentes da área e desenhar o espaço da Tecnologia da Informação em São Paulo para os próximos quatro anos.

Candidato, segundo projeções do setor de Tecnologia da Informação, nos próximos 5 anos o Brasil terá um déficit de 500 mil profissionais na área. Em um país com mais de 10 milhões de desempregados, qual o papel que o estado de SP pode cumprir para suprir essa demanda?

Essa é uma demanda já existente e que só cresce, dia a dia, portanto o estado está atrasado com esse assunto, pois já deveria ter incluído esse tema no currículo escolar de todas as suas escolas e incentivar a criação de novas escolas, pois foi isso que fiz em Santana de Parnaíba. Vamos criar uma matriz curricular que gere empregabilidade na economia 4.0. Para tanto, o Estado vai primeiro entender quais são as áreas mais carentes de mão de obra e priorizar a formação de profissionais; num segundo momento, vamos inserir as principais atividades criando cursos, oficinas para a formação no Ensino Médio. Por fim, trazer as ETEC´s e as FATEC´s para esse grande movimento de formação de mão de obra.

Santana de Parnaíba, município em que o senhor foi prefeito por duas oportunidades, se transformou em uma cidade polo de empresas no setor de Tecnologia da Informação e hoje é uma das principais empregadoras do país. Qual foi a estratégia utilizada na cidade para atrair as empresas e como a cidade se preparou para atender a demanda do setor?

Há duas dimensões que quero abordar nessa questão. A primeira é que desenvolvemos um arrojado programa para atração de empresas de tecnologia para o nosso município, e em seguida, qualificamos a nossa mão de obra para atender a nova demanda que surgiu. Santana de Parnaíba é um exemplo do que é possível ser feito. O Estado de São Paulo ignora a economia 4.0, e nós vamos acelerar usando justamente o exemplo que aplicamos no município.

Candidato Elvis, hoje temos uma pandemia de jovens "sem-sem" sem estudo e qualificação e sem trabalho. Qual a sua visão para a educação pública do estado? Em um eventual governo Elvis Cezar, podemos esperar ampliação da oferta de cursos de formação em tecnologia da informação?

O desalento dos jovens decorre da falta de oportunidades e do incentivo que o Estado de São Paulo pode dar na formação de mão de obra qualificada. A escola deve ser um espaço também de empregabilidade para as novas gerações e o incentivo deve vir na formação com bolsa de estudo e incentivo maior para aqueles que se destacarem na sua qualificação. Além disso, precisamos trazer as empresas para dentro do ambiente escolar para que possam interagir com professores e alunos na busca de uma melhor formação. Só assim vamos vencer esse sentimento de desesperança que atinge uma parcela significativa dos nossos jovens.

Candidato, o senhor tem algum projeto para apoio as startups e projetos em tecnologia da informação, que muitas vezes não contam com apoio ou financiamento? Como o senhor vê projetos como o FabLabs, Parque Tecnológicos e Hacktons?

Nós precisamos inserir de vez os nossos cérebros nas políticas públicas. O mundo está em transformação e os novos negócios precisam de ambiente competitivo para que possam ser criados, evoluídos e possam ter competitividade. Todos os ambientes que possam gerar sinergia para novos negócios receberão incentivos do nosso governo.


banner filie-se
Compartilhe

WhatsApp
LEIA TAMBÉM
Colonia PCDs vagas


PESQUISAR BENEFÍCIO

Área ou segmento


Tipo

Categoria

Cidade

BUSCAR


View this profile on Instagram

Sindpd (@sindpdsp) Instagram photos and videos



MAIS ACESSADAS
Clausula 53 Benefícios - Resumo reduz