Notícias
Releases
23 de Janeiro de 2012
Tamanho da letra Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir
Negociação salarial dos trabalhadores de TI volta a avançar
Empresários propõem reajuste linear de 7,3%. Acordo de PLR e VR está próximo

Na terceira rodada da Negociação Salarial da categoria de TI, realizada nesta sexta-feira (20), os empresários do setor melhoraram as propostas e o acordo ficou mais próximo. O sindicato patronal (Seprosp) aumentou a oferta, chegando a 7,3% - índice 1,2% acima da inflação medida pelo INPC/IBGE. O Sindicato dos Trabalhadores (Sindpd) reivindica a porcentagem de 7,8%.

O principal desentendimento sobre a aplicação da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e do Vale Refeição é a condição imposta pelo Seprosp de que os benefícios sejam aplicados somente em companhias com mais de 100 funcionários em relação ao Vale Refeição e 50 no caso da PLR. O Sindpd aceita as restrições se elas forem eliminadas com o tempo. ?Nossa contraproposta é de que em 2013 todas as empresas negociem PLR e em 2014 todas apliquem o Vale Refeição, desta forma poderemos fechar acordo?, afirma Antonio Neto, presidente do Sindpd.

No caso dos pisos, os empresários mantêm o aumento de 8,5% - 2,5% acima da inflação medida pelo INPC - para digitadores, 8,6% para cargos administrativos, e 8,87% para help desk e técnico em informática. O Sindpd acredita que o índice de 9,1% pode ser aplicado. Para o Office Boy foi mantida a proposta consensual de 15%.

No banco de horas, o sindicato patronal quer fixar 75% nas primeiras 120 horas e 100% no excedente, dentro do quadrimestre. Com base na redução da jornada de 44 para 40 horas, o Sindpd busca o ajuste com o valor de 75% nas primeiras 100 horas e 100% nas demais, no mesmo período. Outra possibilidade é manter as condições do Seprosp, porém, com pagamento trimestral.

Na hora extra, houve consenso na aplicação de 75% (nas primeiras duas horas) e 100% (nas horas posteriores). 
Neto acredita que o acordo está próximo. "Parabenizamos o patronato pelos avanços ocorridos, mas agora é preciso alcançar os nossos números, pois chegamos ao limite. Estamos em busca de melhorias, índices que consideramos justos. Deixamos a nossa proposta na mesa, com patamares para os trabalhadores e para os empresários. Creio que chegaremos a um bom acordo", conclui Neto.

A quarta rodada de negociação está marcada para terça-feira (24), às 15h, na sede do Seprosp. O sindicato disponibiliza o vídeo da primeira, segunda e terceira rodada na TV Sindpd.

Compartilhe

LEIA TAMBÉM